USF Vida Nova Lança Iniciativa Para Melhorar Qualidade de Vida no Jardim Anache

Na USF Vida Nova, localizada na região do Jardim Anache, um importante passo foi dado na luta contra duas das doenças crônicas mais prevalentes em nossa sociedade contemporânea: a hipertensão arterial e o diabetes, o lançamento do primeiro grupo Hiperdia do ano de 2024 marca um esforço contínuo da equipe de saúde local para fornecer um acompanhamento especializado a esta parcela da população.

Durante o evento realizado no equipamento social do território, profissionais de saúde reuniram-se com pacientes hipertensos e diabéticos para oferecer orientações, esclarecer dúvidas e traçar estratégias individualizadas de cuidado, o objetivo principal deste grupo é prevenir as sérias complicações associadas a essas condições crônicas, como acidente vascular cerebral, infarto do miocárdio, insuficiência renal e neuropatias.

A hipertensão arterial é uma condição em que a pressão do sangue nas artérias se eleva sustentadamente, o que pode causar danos ao longo do tempo se não for controlada. Já o diabetes — especificamente o tipo 2, que é mais comum na população adulta — caracteriza-se por um transtorno na maneira como o corpo metaboliza a glicose, ambas as doenças exigem monitoramento constante e mudanças no estilo de vida, como alimentação saudável e atividade física regular.

Programas como o Hiperdia são essenciais porque fornecem aos pacientes apoio recorrente, educação em saúde e gestão de medicamentos, além disso, essas iniciativas promovem a detecção precoce de complicações, permitindo intervenções em estágios iniciais, quando são mais eficazes.

A interação paciente-equipe de saúde ocorre em um ambiente acolhedor, onde a atenção não se concentra apenas nos aspectos clínicos, mas também sociais e psicológicos que influenciam no controle das doenças, as sessões em grupo servem como uma plataforma de troca de experiências entre os pacientes, promovendo suporte mútuo e a conscientização acerca da importância do autocuidado.

Dados epidemiológicos destacam hipertensão e diabetes como problemas de saúde pública crescentes tanto em cenário nacional quanto global, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de 1,13 bilhão de pessoas no mundo são acometidas pela hipertensão, enquanto em torno de 422 milhões vivem com diabetes, essas estatísticas apontam para a demanda urgente de políticas de saúde eficazes e de iniciativas como a do Hiperdia, que visam mitigar o impacto dessas doenças crônicas.

Por fim, os impactos positivos vão além da saúde individual, a redução no número de complicações severas diminui o encargo sobre o sistema de saúde, aliviando hospitais e clínicas de sobrecarga, ademais, estimativas do Ministério da Saúde apontam que cada real investido em prevenção pode economizar até quatro reais em tratamentos de complicações evitáveis, a Hiperdia da USF Vida Nova, portanto, é uma lufada de esperança para uma comunidade em busca de um futuro mais saudável.

Compartilhar

Você também pode ler

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *