Educação Permanente em Saúde abre caminho para um cuidado mais eficaz na USF Vida Nova

A USF Vida Nova realizar sua primeira sessão de Educação Permanente em Saúde do ano de 2024, um evento que se destaca por seu compromisso com a inovação e aprimoramento da atenção primária a saúde (APS), com foco na “Qualificação de cadastros e dados da APS”, a iniciativa contou com a expertise do competente Flavio Kenzo, membro da Divisão do Cartão Nacional de Saúde de Campo Grande, que trouxe uma abordagem revigorante para o cenário da APS.

A importância de manter cadastros e dados clínicos atualizados e precisos vai muito além de um simples ato burocrático, trata-se de um pilar fundamental na estruturação de um sistema de saúde proativo, que não apenas aguarda pela chegada do paciente, mas que o acompanha continuamente, prevendo necessidades e potencializando a prevenção de doenças, este encontro sinaliza uma mudança significativa na maneira como lidamos com as informações de saúde, orientando-se para um modelo centrado no paciente e nas possibilidades oferecidas pela tecnologia da informação.

A atenção primária à saúde é a porta de entrada do sistema de saúde, onde se dá início ao acompanhamento contínuo do paciente, qualificar o cadastro de informação nesse nível é fundamental para entender as demandas da população servida, o perfil epidemiológico e, mais importante, desenvolver estratégias de cuidado que sejam realmente efetivas, os dados obtidos por cadastros bem definidos e atualizados facilitam o rastreamento de tendências de saúde e auxiliam na tomada de decisões informadas e baseadas em evidências.

Flavio Kenzo enfatizou durante a educação permanente a necessidade de treinamento contínuo das equipes de saúde, para garantir que a coleta de dados seja realizada de maneira padronizada e precisa, isso inclui a identificação correta do indivíduo, a anotação completa de seu histórico médico, bem como a atualização constante dessas informações ao longo do tempo, esta prática é o que permite que profissionais de saúde possam acompanhar a jornada do paciente através do sistema de cuidados, oferecendo intervenções mais direcionadas e personalizadas.

Essa visão holística e longitudinal da saúde individual e coletiva é o que diferencia a APS e torna sua transformação digital uma prioridade, com dados qualificados, é possível ajustar políticas públicas de saúde, reforçar a necessidade de prevenção e aumentar o envolvimento do paciente em seu próprio cuidado, além disso, a integração efetiva desses dados com outras plataformas e níveis de atenção à saúde compõem uma rede de assistência capaz de garantir melhorias no acesso e na qualidade do serviço prestado.

A implementação de sistemas de informação que permitam a efetiva qualificação de cadastros e dados é um avanço rumo a uma gestão de saúde mais inteligente. Permite, ainda, a adesão a modelos preditivos, que podem antecipar surtos, epidemias e outras emergências de saúde pública, ao mesmo tempo que otimiza recursos, ao apontar para onde eles são mais necessários.

Em tempos de grandes desafios globais em saúde, a educação continuada e a valorização do cuidado coordenado, demonstrados hoje na USF Vida Nova, representam uma nova era na APS, onde a qualidade do dado salva vidas e define o sucesso de nossas intervenções em saúde, com essa iniciativa, a comunidade se fortalece e o sistema de saúde se torna ainda mais resiliente, pronto para enfrentar os desafios de hoje e de amanhã.

A Educação Permanente em Saúde da USF Vida Nova é um lembrete de que a excelência em saúde começa com um compromisso com a precisão e a integridade dos dados que nos permitem entender e atender às necessidades de nossa população, é com esta perspectiva que seguimos adiante, com a certeza de que o melhor cuidado é aquele informado, acessível e humanizado.

Compartilhar

Você também pode ler

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *