Ação de Saúde na USF Noroeste Promove Planejamento Familiar e Inserção de DIU

Em um evento significativo para a comunidade de Campo Grande, MS, realizado no dia 2 de fevereiro, a Unidade de Saúde da Família do Jardim Noroeste, em colaboração com o Distrito Prosa e o gabinete da Secretaria Municipal de Saúde Pública (Sesau), promoveu uma ação dedicada ao planejamento familiar e à inserção do Dispositivo Intrauterino (DIU), este evento destacou a importância do acesso à saúde reprodutiva e ao planejamento familiar na região.

A iniciativa, desenvolvida para atender às necessidades da população local, possibilitou o agendamento de 55 procedimentos ao longo do dia, a ação contou com a participação ativa dos residentes do Programa de Residência Médica em Medicina de Família e Comunidade (PRMFC) e do Programa de Residência Multiprofissional em Saúde da Família (PRMSF), que desempenharam um papel crucial na execução dos serviços.

O objetivo do evento foi promover o acesso a métodos contraceptivos seguros e eficazes, como o DIU, além de fornecer informações relevantes sobre saúde reprodutiva para a população atendida, este esforço coletivo entre a unidade de saúde, órgãos governamentais e os residentes médicos exemplifica o comprometimento com a promoção do bem-estar e a autonomia das pessoas no que tange à saúde reprodutiva.

A inserção do DIU é um procedimento seguro que oferece proteção contraceptiva de longo prazo, sendo uma opção para muitas mulheres que buscam alternativas eficazes de planejamento familiar, ações como esta são fundamentais para aumentar a conscientização sobre as opções de contracepção disponíveis e garantir o acesso a serviços de saúde que são essenciais para o bem-estar das famílias na comunidade.

O sucesso do evento reforça a importância da parceria entre as instituições de saúde e a comunidade, promovendo um impacto positivo na vida das pessoas através do acesso a serviços de saúde reprodutiva de qualidade, a iniciativa da USF Jardim Noroeste, em conjunto com seus parceiros, é um modelo de como o trabalho colaborativo pode resultar em melhorias significativas na saúde e na qualidade de vida dos cidadãos.

Compartilhar

Você também pode ler

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *