Autor: Líbini Suelen Bial Pache

Orientador: Angela Fernandes Leal da Silva.

Título: PERCEPÇÃO DOS ENFERMEIROS RESIDENTES SOBRE SUA ATUAÇÃO NO PROGRAMA DA RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL EM SAÚDE DA FAMÍLIA EM CAMPO GRANDE/MS

PACHE, Líbini Suelen Bial da Silva. Percepção dos enfermeiros residentes sobre sua atuação no programa da residência multiprofissional em saúde da família em Campo Grande/MS. 2023. 46 folhas. Trabalho de Conclusão de Residência – Programa de Residência Multiprofissional em Saúde da Família SESAU/FIOCRUZ. Campo Grande/MS, 2023.

INTRODUÇÃO: O presente trabalho tem o objetivo de conhecer a autoavaliação do Enfermeiro Residente (ER) sobre seu processo formativo e sua atuação no Programa de Residência Multiprofissional em Saúde da Família (PRMSF Sesau/Fiocruz). Tratou-se de uma pesquisa com abordagem qualitativa, aplicada aos ER atuantes nas Unidades de Saúde da Família vinculadas ao PRMSF Sesau/Fiocruz em Campo Grande/MS. Foram sistematizados os dados dos questionários de 38 ER do primeiro e segundo ano, respondidos no período entre outubro de 2022 a novembro de 2022. O instrumento de coleta foi estruturado com questões fechadas e com base na escala Likert para as discussões. A maioria dos residentes responderam que concordavam total ou parcialmente com as afirmações positivas em relação ao conhecimento desenvolvido durante o programa, enquanto uma minoria que variou de 0 a 5% afirmou discordar. Em relação as competências, atitudes e valores percebidos durante a residência, a maioria dos residentes responderam que concordavam total ou ao menos parcialmente, enquanto minoria que variou de 0 a 16% afirmou discordar das afirmações. Em relação ao nível de satisfação com o programa, em torno de 50% dos ER deram as mais altas notas, para todas as afirmações, em especial àquela relativa à gestão do processo terapêutico, que teve 87% com notas 4 e 5, indicando que no geral os residentes possuem um alto nível de satisfação com o programa. No cenário de residência multiprofissional, os enfermeiros, ainda que protagonistas do seu processo formativo, necessitam do apoio da preceptoria de núcleo e da gestão das unidades de saúde para a construção dos saberes e validação da sua prática. Neste sentido, as políticas de saúde vão se construindo com base nas necessidades dos usuários frente à participação dos profissionais de saúde e suas demandas.

Palavras-chave: Atenção Primária à Saúde. Enfermeiros em Saúde da Família. Especialização.