Autor: Willian dos Santos Rocha Bezerra

Título: Indicadores da tuberculose no sistema prisional e a ocorrência simultânea da covid-19 em Mato Grosso do Sul.

BEZERRA, Willian dos Santos Rocha. Indicadores da tuberculose no sistema prisional e a ocorrência simultânea da covid-19 em Mato Grosso do Sul. 2022. 20 fls. Trabalho de Conclusão de Residência – Programa de Residência Multiprofissional em Saúde da Família SESAU/FIOCRUZ. Campo Grande/MS, 2022.

A concentração de tuberculose (TB) nas prisões pode representar tanto um obstáculo ou oportunidade para o controle da TB. Este estudo tem por objetivo avaliar os indicadores de tuberculose no Sistema Prisional de Mato Grosso do Sul (MS), durante a ocorrência simultânea de COVID-19. Método: Trata-se de estudo ecológico com a avaliação dos indicadores epidemiológicos. Avaliou-se as notificações dos casos de TB no SINAN, no Estado MS, no período de janeiro de 2020 a junho de 2021, comparando os indicadores com os picos da pandemia de COVID-19. Resultados: Os dados levantados, revelou uma população privada de liberdade (PPL) com TB, predominantemente do sexo masculino, adulto jovem, raça cor parda e baixa escolaridade. Sobre as taxas de incidência, observou uma elevada taxa, variando entre 645,1 casos a 1.475 casos (100 mil) por ano. As taxas de cura e abandonos estiveram abaixo das recomendações do Ministério da Saúde. Conclusões e recomendações: Nossos achados mostraram uma redução da taxa de casos novos no início da pandemia da COVID-19, posteriormente essas taxas aumentaram. A redução da oferta de diagnóstica para TB no início da pandemia ocorreu em todos os estados. Esforços são necessários para que a TB seja uma prioridade, ampliando o acesso ao diagnóstico de forma oportuna e intensiva.

Palavras-chave: Tuberculose; Epidemiologia; indicadores.