Autor: Suzyene Evelyn Lopes Espindola

Titulo: Implantação do acolhimento em Saúde Mental na Unidade de Saúde da Família – Dr Hélio Martins Coelho.

ESPINDOLA, S.E.L. Implantação do acolhimento em Saúde Mental na Unidade de Saúde da Família – Dr Hélio Martins Coelho. 2022. 32 folhas. Trabalho de Conclusão de Residência – Programa de Residência Multiprofissional em Saúde da Família SESAU/FIOCRUZ. Campo Grande/MS, 2022.

Os transtornos e sofrimentos mentais estão aumentando cada vez mais e, no Brasil, como a Atenção Primária à Saúde é a principal porta de entrada do Sistema Único de Saúde, consequentemente, o acolhimento deve ter eficácia para favorecer o vínculo do usuário com a sua unidade de saúde. Muitas vezes, e por diversas razões, os trabalhadores de saúde apresentam dificuldades para acolher esse tipo de demanda, sendo premente a necessidade de se estabelecer ações que garantam o acolhimento em saúde mental. Esse estudo trata-se de um projeto de intervenção realizado na Unidade de Saúde da Família – Dr. Hélio Martins Coelho, com o objetivo de implantar o acolhimento em saúde mental, com vistas a qualificar o cuidado aos usuários em sofrimento mental, na perspectiva da integralidade. Foram realizados encontros de educação permanente com os trabalhadores da Unidade para desmitificar mitos, medos e receios, proporcionando trocas de conhecimento entre eles, assim como, para ampliar o conhecimento sobre a Rede de Atenção à Saúde. Foi implantado o acolhimento em Saúde Mental e percebeu-se o excesso de encaminhamentos que é tomado com frequência e o cuidado centrado na psicóloga e no médico. É nítida a importância do conhecimento e motivação para os profissionais atuarem frente aos usuários com transtornos mentais e espera-se que a intervenção desenvolvida tenha contribuído para isso.

Palavras-chave: Saúde mental. Acolhimento. Atenção Primária.